Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
Facebook
13
Conservação e Melhoramento Genético de Cereais Praganosos


Designação do projeto | Conservação e Melhoramento Genético de Cereais Praganosos
Código do projeto| PDR2020-784-042731
Objetivo principal | Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
Região de intervenção | Alentejo e Minho 
Entidade beneficiária | Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV, I.P.)
Investigadora Responsável no INIAV |Mónica Sofia Vieira Cunha
Data da aprovação | 2018-05-16
Data de início | 2018-09-01
Data de conclusão | 2022-08-31
Custo total elegível | 162 357,00 €; 
Apoio financeiro da União Europeia | FEADER (Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural) – 120 152,39 €
Apoio financeiro público nacional/regional | 21 203,36 €


Objetivos, atividades e resultados esperados

Portugal insere-se numa das regiões da União Europeia que se prevê vir a ser mais afetada pelas alterações climáticas, sendo que o desenvolvimento de novas variedades de cereais mais adaptadas às condições extremas e mais resistentes às doenças e pragas emergentes é decisivo para a agricultura do futuro. 

A candidatura apresentada propõe-se a:
1) Caracterizar um grupo de germoplasma das principais espécies de cereais praganosos conservados no BPGV e que correspondem a RG antigos, com o objetivo de se poder usufruir do potencial de variabilidade existente nas coleções e posteriormente proceder-se ao seu registo no Sistema Nacional de Informação para os Recursos Genéticos Vegetais para a Alimentação e Agricultura;
2) Selecionar, Avaliar e Inscrever no CNV, variedades com características diferenciadoras quer ao nível da qualidade nutricional quer ao nível da resistência a doenças e que possuam plasticidade de adaptação às condições do ambiente mediterrânico;
3) Valorizar economicamente o pão do Alentejo utilizando recursos genéticos nacionais.






Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com