Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
13
UNDERCORK - Gestão integrada da Cobrilha da Cortiça



Designação do projeto | UNDERCORK - Gestão integrada da Cobrilha da Cortiça
Código do projetoPDR2020-101-031344
Objetivo principal | Obter informação sobre o seu impacte e distribuição espacial dos ataques de cobrilha da cortiça, o mais importante agente biótico de depreciação da cortiça e que tem vindo a acentuar de forma muito expressiva as incidências dos seus ataques, sendo atualmente o principal defeito de desvalorização qualitativa da cortiça. Pretende-se conhecer os mecanismos que regulam a seleção de hospedeiros, desenvolver métodos de gestão preventiva na gestão dos povoamentos (antes do aparecimento de ataques) e de controlo, para redução dos seus níveis populacionais (ataques em curso), incluindo a avaliação e potenciação do papel das aves insectívoras como controladores das pragas de insetos do montado.
Região de intervenção | Principais regiões produtoras de cortiça da zona centro e sul de Portugal Continental
Entidade beneficiária | Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV)
Data da aprovação | 2017-09-20
Data de início | 2018-01-02
Data de conclusão | 2021-12-31
Custo total elegível | 71 950,41 €
Apoio financeiro da União Europeia | FEADER (Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural) – 43 170,26 €
Apoio financeiro público nacional/regional | 10 792,56 €

Objetivos, atividades e resultados esperados

Os objetivos específicos são: Avaliar as características dos povoamentos/árvore associados aos ataques da cobrilha da cortiça; elaborar um modelo de probabilidade de ocorrência da cobrilha da cortiça para a área de distribuição do sobreiro; determinar a influência do estado fisiológico da árvore; implementar uma rede de amostragem geograficamente ampla, constituída por parcelas com e sem afetação atual por cobrilha da cortiça, onde será aplicado um protocolo padronizado de monitorização; avaliar métodos para a deteção e monitorização da presença da cobrilha da cortiça; desenvolver técnicas de captura de insetos adultos; desenvolver e testar métodos de controlo das populações; identificar as espécies de aves que predam a cobrilha-da-cortiça e avaliação do efeito nas comunidades de aves e de pragas do aumento da disponibilidade de locais de nidificação; transferir os conhecimentos dos principais resultados do projeto aos agentes do setor.
O projeto consiste nas seguintes Tarefas: Análise Epidemiológica; Avaliação de métodos para a deteção e monitorização da presença da cobrilha da cortiça; Desenvolvimento de técnicas localizadas de captura de insetos adultos; Desenvolvimento e teste de métodos de controlo das populações; Disseminação e divulgação do projeto.
Os resultados esperados são: Mapeamento da ocorrência/incidência da cobrilha da cortiça em função das características dos povoamentos, das árvores e do seu estado fisiológico, com aplicação na definição de medidas preventivas ou de controlo; Modelar a probabilidade de ocorrência da cobrilha da cortiça para a área de distribuição do sobreiro e identificar as variáveis mais determinantes para a sua presença; Contribuir para uma diminuição dos níveis de ataque da cobrilha da cortiça, por forma a atenuar o impacto da praga no valor económico da cortiça; Identificação de inimigos naturais nativos que sejam potenciais agentes bióticos com interesse no controlo da cobrilha da cortiça, que poderão a vir a ser usados em estratégias de libertação inundativa ou as suas populações fomentadas por estratégias de gestão de habitat; Desenvolvimento de novas metodologias para a deteção da cobrilha na árvore previamente à remoção da cortiça; Potenciar o n.º de capturas de insetos adultos através dos métodos de deteção testados; Desenvolvimento de armadilhas para monitorização e captura de cobrilha da cortiça, essenciais à determinação das densidades das populações deste inseto e com potencial interesse em estratégias de controlo; Produção de folhetos informativos para divulgação de toda a informação compilada e obtida durante o projeto; Transferência de conhecimento que habilite os produtores a identificar presença/ausência de cobrilha da cortiça na árvore; Demonstração dos métodos de deteção, diagnóstico, monitorização, e controlo; Contribuir para assegurar a sustentabilidade do sector corticeiro face aos problemas atualmente identificados; Promover um aumento generalizado da perceção dos serviços ambientais prestados pelas aves insetívoras e do seu valor como controladores de pragas florestais; Fomentar as práticas de desenvolvimento sustentável e da importância da gestão da biodiversidade na valorização económica do sistema montado.






Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com