Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
07
EJP SOIL - Towards climate-smart sustainable management of agricultural soils




Designação do projeto: Towards climate-smart sustainable management of agricultural soils
Acrónimo do projecto: EJP SOIL
Identificação do concurso: H2020-SFS-2019-1
Tópico: LC-SFS-20-2019
European Joint Programme on Agricultural Soil Management
Código do projeto: H2020 862695
Parceiros: 26
Início: 1 de Fevereiro de 2020
Duração: 60 meses
Site do projecto: www.ejpsoil.org

Objetivos, atividades e resultados esperados

O objetivo principal do EJP SOIL é criar um ambiente propício para aumentar a contribuição dos solos agrícolas para os principais desafios da sociedade, como a adaptação e mitigação das alterações climáticas, a produção agrícola sustentável, a prestação de serviços dos ecossistemas e a prevenção e a mitigação da degradação do solo e da terra.
O EJP SOIL criará uma comunidade europeia de investigação no solo agrícola, integrada e sustentável, e desenvolverá e implementará um roteiro para a gestão sustentável dos solos agrícolas, em função do clima.
O roteiro do EJP SOIL é baseado numa estrutura de conhecimento com 4 componentes interativos. O desenvolvimento do conhecimento vai ser estabelecido através de concursos para projetos com parceiros internos e externos.
A partilha e a transferência de conhecimento está estruturada na capacitação de jovens cientistas, no aumento da consciencialização do público em geral da importância da gestão do solo agrícola e na sua contribuição para a sociedade. A harmonização, armazenamento e organização do conhecimento dão suporte a sistemas de informação do solo e relatórios harmonizados.
A aplicação do conhecimento consegue modos de superar barreiras na adoção de novas práticas num contexto europeu, desenvolvendo em conjunto ferramentas adequadas e fornecendo recomendações, baseadas em evidências, para as políticas da UE.
As atividades do EJP SOIL, em interação com os utilizadores, estados membro e a DG AGRI, têm como objectivo a longo prazo promover os agricultores a administradores dos recursos terra e solo e apoiar o desenvolvimento e implementação de políticas, em particular as políticas da PAC e do clima.
O EJP SOIL aborda 6 impactos esperados com atividades direcionadas a respostas aos desafios sociais, científicos, políticos e operacionais. Um primeiro plano anual de trabalho com base no roteiro é fornecido como parte da proposta.O consórcio EJP Soil agrupa um grupo único de 26 principais institutos de investigação e universidades europeus de 24 países. 
O consórcio desenvolveu esta proposta em estreita colaboração com os responsáveis pela definição, financiamento e elaboração de programas de gestão a nível nacional ou regional (Program Owners) e garantiu mais de 40 milhões de euros em cofinanciamento e 10 milhões de euros para concursos externos em cinco anos.

Região de intervenção: Europa

Entidades beneficiárias
1. Institut National de la recherche Agronomique (INRA), França 
2. Wageningen Research (WR), Países Baixos
3. BIOS Science Austria (BIOS), Austria
4. Flanders Research Institute for Agriculture, Fisheries and Food (EV-ILVO), Bélgica 
5. Centre Wallon de Recherches Agronomiques (CRAW), Bélgica
6. Czech University of Life Sciences (CULS), República Checa
7. Aarhus University, Danish Centre for Food and Agriculture (AU), Dinamarca
8. Estonian University of Life Sciences (EMU), Estónia
9. Natural Resources Institute Finland (LUKE), Finlândia
10. Johann Heinrich von Thünen-Institut (Thuenen), Braunschweig, Alemanha
11. Forschungszentrum Jülich (Jülich), Alemanha
12. Centre for Agricultural Research of the Hungarian Academy of Sciences (MTA ATK), Hungria
13. Teagasc (Teagasc), Irlanda
14. Council for Agricultural Research and Economics (CREA), Itália
15. University of Latvia (UL), Letónia
16. Lithuanian Research Centre for Agriculture and Forestry (LAMMC), Lituânia
17. Norwegian Institute of Bioeconomy Research (NIBIO), Noruega
18. Institute of Soil Science and Plant Cultivation – State Research Institute (IUNG), Polónia
19. National Institute for Agrarian and Veterinarian Research I. P. (INIAV), Portugal
20. National Agricultural and Food Centre (NPPC), Eslóváquia
21. University of Ljubljana, Biotechnical Faculty, Centre for Soil and Environmental Science (ULBF), Eslovénia
22. National Institute for Agriculture and Food Research and Technology (INIA), Espanha
23. Swedish University of Agricultural Sciences (SLU), Suécia
24. Agroscope (AGS), Suiça
25. Ministry of Food, Agriculture and Livestock, General Directorate of Agricultural Research and Policies (TAGEM), Turquia
26. Agri-Food and Biosciences Institute (AFBI), Irlanda do Norte

Custo total elegível para o INIAV: 807 905 €
Apoio financeiro da União Europeia: 403 963 €
Apoio financeiro público nacional/regional: 403 963 €


Principais actividades 
As actividades do EJP SOIL dividem-se por 10 grupos de tarefas:

WP1. Coordenação
WP2. Desenvolvimento de um roteiro para a investigação na área da gestão dos solos agrícolas na Europa
WP3. Alinhamento da investigação. Concursos internos
WP4. Concursos externos
WP5. Educação, treino e capacidade de construção
WP6. Apoio à harmonização da informação sobre o solo e relatórios
WP7. Síntese e integração do conhecimento- acesso a infra-estruturas
WP8. Interação ciência-política
WP9. Disseminação e alcance dos impactos à escala europeia
WP10. Requisitos éticos

O INIAV participa em todas as tarefas com excepção da WP4. É responsável pela sub-tarefa 2.4. “Revisão dos problemas-chave relacionados com o solo agrícola de todos os Estados Membros no EJP SOIL” e pelo tema 2.4.1. “Síntese dos impactos de práticas sustentáveis de gestão do solo”.

Pessoas-chave da equipa do INIAV 
Maria da Conceição Gonçalves
Fátima Calouro
Corina Carranca
Isabel Videira e Castro
Raquel Mano

Na equipa do INIAV entram ainda os restantes elementos que trabalham de alguma forma com o solo. 

Palavras-chave fixadas pela UE:
Soil protection, Soil conservation, Ecosystem services provided by soils, Soil management, Carbon capture and sequestration, Agriculture.

Palavras-chave livres:
Soil, Agriculture, Management, Climate Change, Soil Quality, Data harmonization

Publicações:






Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com