Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
07
Biofortificação de trigo mole em zinco para produção de farinha


Designação do projeto | Biofortificação de trigo mole em zinco para produção de farinha

Código do projeto | PDR2020-101-030838
Objetivo principal | Desenvolvimento da produção de trigo mole e de tecnologias para transformação em farinha biofortificada em zinco destinada à panificação e confeitaria
Região de intervenção | Alentejo
Entidade beneficiária | Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV)
Data da aprovação | 2018-01-10 
Data de início | 2017-09-01 
Data de conclusão | 2020-10-31
Custo total elegível | 15.094,58€
Apoio financeiro da União Europeia | FEADER (Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural) - 9.565,08€
Apoio financeiro público nacional/regional 1.755,88€


Atividades
  • Mapeamento de solos com aptidão para cultura de trigo mole destinada à biofortificação do grão em Zn.
  • Análise comparativa de sistemas e processos ecofisiológicos para obtenção de grão enriquecida em Zn.
  • Produção de grão de trigo mole enriquecido em zinco, em 2 variedades de trigo mole.  
  • Testes de interacção cultura – ambiente durante o ciclo da cultura de trigo mole.
  • Quantificação da mobilidade do Zn no trigo mole e de taxas de mobilização de fotoassimilados para aferição das caracteristicas do grão.
  • Definição de padrões de qualidade do grão e da farinha de trigo mole biofortificada em Zn destinada à panificação.

Resultados esperados
Pretende-se obter e disseminar os seguintes resultados junto dos potenciais interessados na produção de trigo mole / farinha biofortificado/a em zinco: 

Itinerário técnico para produção de trigo biofortificado em zinco com características profilácticas. 

Resposta das variedades de trigo Paiva e Roxo à biofortificação em zinco, considerando teores de acumulação e localização tecidular de micro (Fe, Zn, Cu, Mn) e macronutrientes (N, Ca, K, Mg, P) no grão, e consequente definição tecnológica da farinha a produzir (refinada ou integral). 

Coeficientes de produção / produtividade das variedades Paiva e Roxo submetidas à biofortificação em Zn e a consequente rentabilidade económica média em caso de comercialização sem transformação em farinha. 

Caracterização da qualidade nutricional e tecnológica da farinha biofortificada em Zn.

Site do projeto:
https://sites.fct.unl.pt/bio_trigo_zinco_farinha/pages/contextualizacao








Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com