Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
25
CAMA - RESEARCH-BASED PARTICIPATORY APPROACHES FOR ADOPTING CONSERVATION AGRICULTURE IN THE MEDITERRANEAN AREA




Designação do projeto | CAMA - RESEARCH-BASED PARTICIPATORY APPROACHES FOR ADOPTING CONSERVATION AGRICULTURE IN THE MEDITERRANEAN AREA 

Código do projeto | 1912 - CAMA
Objetivo principal | Identificar as principais barreiras que impedem a adoção da Agricultura de Conservação pelos agricultores dos países mediterrânicos e superá-las com uma abordagem de investigação participativa baseada em experimentação de campo e no estudo de casos-piloto em condições diversas e no desenvolvimento de um programa de disseminação e capacitação.
Região de intervenção | Nacional
Entidade beneficiária | Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV)
Data da aprovação | 05-11-2019 
Data de início | 01-04-2020
Data de conclusão | 31-03-2023
Custo total elegível |70 535€
Apoio financeiro da União Europeia 
| 70 535€

Objetivos, atividades e resultados esperados 

Objetivos:
  • Identificar as principais barreiras sociais, económicas e agronómicas à implementação da Agricultura de Conservação (AC) pelos produtores de países do Mediterrâneo;
  • Estabelecer uma rede de experimentação de AC e de organizações de produtores que adotem a AC para aplicar uma abordagem de investigação participativa;
  • Melhorar as rotações baseadas em leguminosas em sistemas de agricultura de sequeiro de AC, usando ferramentas genómicas e com uma abordagem participativa dos agricultores, com o objetivo de melhorar as produções e a resiliência das culturas de leguminosas e estudar o maneio dos resíduos das culturas;
  • Quantificar os efeitos da utilização da AC e desenvolver inovação agronómica para aumentar a fertilidade do solo e a eficiência do uso de azoto e água;
  • Divulgar o conceito e as técnicas de AC nos países mediterrânicos, adaptando-os às condições pedoclimáticas e socioeconómicas específicas;
  • Aumentar o conhecimento dos técnicos, consultores e agricultores para uma melhor adoção da AC, com a organização de cursos de formação e a sua participação nas atividades de investigação.

Atividades:


Resultados esperados:

  • Proposta de novas rotações de culturas.
  • Melhoramento genético de leguminosas tolerantes ao stress hídrico através de seleção genómica.
  • Identificação de novos sistemas culturais em ambientes semiáridos que requerem quantidade reduzida de aplicação de adubação azotada e de água.
  • Melhoria da conservação da água do solo e uso eficiente da água será alcançada através da aplicação da Agricultura de Conservação (AC) e avaliada em estudos realizados em ensaios de campo e através de modelos.
  • Indicadores e parâmetros de referência sobre os efeitos ambientais de sistemas de AC de baixo input em diversas condições do Mediterrâneo.
  • Dados sobre os benefícios da adoção do sistema da AC na produtividade das culturas e no impacto ambiental.
  • Melhoria do conhecimento sobre a dinâmica da infiltração de água no solo quando a AC é adotada e o efeito da cobertura morta na redução do impacto das chuvas.
  • Análise socioeconómica específica sobre a adoção da AC nos países do Mediterrâneo.
  • Levantamento através de uma abordagem participativa para avaliar as necessidades de investigação, atividades de divulgação e de formação.
  • Transferência e capacitação às associações de agricultores envolvidas no projeto.
  • Os parceiros da CAMA incentivarão e possibilitarão a criação de startups, fornecedores de serviços e tecnologia muito necessários, nas áreas rurais do Mediterrâneo.



Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com