Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
22
OPTIMAL - Otimização, Maçã, Alcobaça





Designação do projeto | OPTIMAL (Otimização, Maçã, Alcobaça) 

Código do projeto | PDR2020-101-031442
Objetivo principal | Com este projeto pretende-se clarificar as orientações a seguir pela fileira, mediante um modelo de produção que tire partido das características edafo-climáticas da IGP “Maçã de Alcobaça”, diferentes de outras regiões de onde os atuais modelos de produção têm sido importados, e que permita com uma tecnologia de produção diferenciadora criar a gama de Maçã de Alcobaça "Premium", orientada para diferentes segmentos de mercado, nomeadamente exportação e cliente nacional com preferência de gamas "Top". Recolhendo dados de fotossíntese, interceção e distribuição de radiação no interior do coberto vegetal, bem como outros parâmetros fisiológicos, será possível perceber qual a densidade de plantação e tipo de poda mais adequadas à maximização do desempenho de macieiras conduzidas em eixo central revestido e produzidas na IGP "Maçã de Alcobaça", preparando a sua internacionalização com um produto de qualidade superior.
Região de intervenção | Oeste
Entidade beneficiária | Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV)
Data da aprovação | 2018-02-07 
Data de início | 2017-07-01
Data de conclusão | 2021-12-31
Custo total elegível | 151 364,36 €
Apoio financeiro da União Europeia | FEADER (Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural) –
102 170,94 €
Apoio financeiro público nacional/regional | 11 352,33 €

Objetivos, atividades e resultados esperados
O objetivo pretendido é definir um intervalo restrito para as densidades de plantação a aconselhar nos novos pomares de "Maçã de Alcobaça" (ajustadas às condições edafo-climáticas da IGP) e caraterizar o tipo de poda a recomendar para estes pomares, de forma a uniformizar um modelo de produção na região da IGP.
Para se atingir este objetivo serão selecionados e estudados em detalhe pomares modernos em produção com diferentes densidades de plantação e constituídos ensaios demonstrativos de poda nos pomares das entidades envolvidas neste GO. Estes pomares serão alvo de estudos detalhados com recolha de dados fisiológicos e de radiação, que irão sustentar a caracterização dos parâmetros culturais envolvidos na definição das técnicas culturais (densidade e poda).

Resultados esperados 
Com a concretização dos objetivos pretende-se alcançar uma tipologia de pomar para a IGP "Maçã de Alcobaça" com densidade e tipo de poda definidas, de forma a atingir produtividades regulares de 50 ton/ha, níveis de coloração superiores a 70%, % de calibres acima de 70mm superior a 50% e Brix acima de 14, especificações que estarão na origem do novo produto "Premium". No final, espera-se que os produtores possam adotar um modelo de pomar com uma densidade de plantação melhor ajustada à realidade edafo-climática da IGP, assim como a realização de podas racionais, ajustadas e equilibradas que permitam maximizar a qualidade final das maçãs.

Site: https://go-optimal.webnode.pt/























Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com