Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
20
DISCoVeR – Discovering the sources of Salmonella, Campylobacter, STEC/VTEC and Antimicrobial Resistance

Designação do projeto | DISCoVeR – Discovering the sources of Salmonella, Campylobacter, STEC/VTEC and Antimicrobial Resistance  

Código do projeto | 773830 – DISCoVeR
Objetivo principal | O foco principal deste projeto será enfrentar os desafios da atribuição de causas nos três principais agentes bacterianos zoonóticos transmitidos via cadeia alimentar: Salmonella spp., Campylobacter jejuni/coli, e Escherichia coli produtora de shiga toxina/vero toxina (STEC/VTEC), incluindo os seus perfis de antibioresistência, de um modo interdisciplinar, através de uma abordagem abrangente e aplicando várias metodologias e modelos diferentes de modo comparativo, no conceito One Health
Região de intervenção | Dinamarca, Suécia, Noruega, Polónia, República Checa, Itália, Espanha, Portugal, Holanda, França e Reino Unido (19 instituições)
Entidade beneficiária | Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV)
Data da aprovação | 2019/09/19 
Data de início | 2020/01/02
Data de conclusão | 2022-07-31
Custo total elegível | 117 177,50 €
Apoio financeiro da União Europeia | 51 558.10€

Objetivos, atividades e resultados esperados

Objetivos:
  • Preencher as lacunas atuais de conhecimento em relação a potenciais causas de zoonoses transmitidas por alimentos, incluindo dados sobre reservatórios não animais e causas não alimentares, fornecendo assim estimativas de atribuição de causas em diferentes pontos da cadeia de exposição nos vários países da UE.
  • Avaliar criticamente e melhorar os modelos de atribuição de causas existentes, incluindo abordagens baseadas em subtipagem microbiana, estudos de controle de casos, investigação em surtos e avaliação de exposição.  
  • Quantificar as contribuições dos vários reservatórios animais, incluindo animais selvagens e de companhia, causas alimentares e ambientais, e vias de transmissão, considerando as diferenças geográficas em toda a Europa e os parceiros do consórcio.
  • Utilização de técnicas de tipagem fenotípica e genómica, para a caracterização da resistência dos vários agentes zoonóticos aos antimicrobianos, bem como dados epidemiológicos, para atribuição de causa.
  • Melhorar os modelos de atribuição de causas existentes e desenvolver novos que sejam responsáveis pela multidirecionalidade da transmissão, incluindo a transmissão entre reservatórios e a população humana.
  • Fornecer recomendações sobre a transferência de resultados obtidos a partir dos modelos de atribuição de causa, para ações de prevenção e controle.
Atividades
  • Identificação e recolha de dados entre os vários parceiros do projeto, considerando os requisitos estabelecidos. O trabalho será iniciado através do mapeamento dos dados existentes e estabelecimento de uma plataforma conjunta de compartilhamento de dados. Os dados serão organizados de acordo com o agente patogénico e o tipo de abordagem de atribuição de causa, região geográfica/país.
  • Recolha de amostras provenientes de animais selvagens e de companhia durante o ano de 2020, para isolamento de Salmonella, Campylobacter, VTEC e suscetibilidade antimicrobiana das estirpes isoladas e identificadas
Resultados esperados
  • Abordagem metodológica de atribuição de causas dentro do conceito One-Health para vigilância e controlo de Salmonella, Campylobacter, VTEC e resistência antimicrobiana: opções, necessidades, prioritização.
  • Resultados de atribuição de causas obtidos para os vários agentes zoonóticos  serão apresentados regionalmente / país, para cada um dos métodos aplicados



Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com