Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
27
PINASTER-PWN - Desenvolvimento de marcadores moleculares para a resistência à doença da murchidão de Pinus pinaster

Designação do projeto | PINASTER-PWN - Desenvolvimento de marcadores moleculares para a resistência à doença da murchidão de Pinus pinaster
Código do projeto | Lisboa-01-0145-FEDER-028379
Objetivo principal | Desenvolver ferramentas moleculares para identificar, numa fase precoce de crescimento, plantas de pinheiro bravo resistentes à doença da murchidão do pinheiro.

Região de intervenção | Lisboa
Entidade beneficiária | FCiências.ID; Universidade Nova de Lisboa; Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV, I.P.)
Data da aprovação | 16/04/2018
Data de início | 01/07/2018
Data de conclusão | 30/06/2021
Custo total elegível | 239.613,60€; Custo elegível INIAV | 8.375,00€
Apoio financeiro total da União Europeia | FEDER – 95.845,44€ (INIAV - 3.350,00€)
Apoio OE| 143.768,16€ (INIAV – 5.025,00€)

Objetivos, atividades e resultados esperados:
O projeto tem como objetivo desenvolver ferramentas moleculares para identificar, numa fase precoce de crescimento, plantas de pinheiro bravo resistentes à doença da murchidão do pinheiro. Ao promover a disponibilidade de árvores resistentes à doença da murchidão do pinheiro, o projeto terá um contributo fundamental para a produção sustentável de matérias primas utilizadas nas indústrias da Fileira do Pinho. O pinheiro bravo, uma espécie autóctone e um elemento fundamental e tradicional da paisagem rural de Portugal, representa também uma fonte essencial de matérias primas utilizadas nas indústrias de serração (madeira e mobiliário), trituração (pasta de papel) e biomassa. A produção de material florestal de reprodução de elevado potencial genético constitui o primeiro passo para aumentar a competitividade da fileira do pinho. O projeto contribuirá para aumentar a disponibilidade de plantas resistentes à doença da murchidão do pinheiro. 
O plano de trabalho envolve as seguintes atividades: (I) identificação de genes diferencialmente expressos após inoculação com o nemátode da madeira de pinheiro e identificação de polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs), em plantas resistentes e suscetíveis; (II) deteção de loci de características quantitativas (QTLs) e genes candidatos associados à resistência a doenças; (III) validação dos genes. 
Os resultados deste projeto, marcadores moleculares úteis na seleção e melhoramento, permitirão identificar plantas de pinheiro bravo resistentes à doença da murchidão do pinheiro, causada pelo nemátode da madeira do pinheiro, contribuindo assim para aumentar a disponibilidade de plantas resistentes para novas plantações. 




Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com