Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
Facebook
18
Folha Informativa Dois Portos
  • Atividade do Polo de Dois Portos

    Eiras Dias, no dia 14 de dezembro, representou o INIAV na cerimónia de agradecimento aos parceiros da candidatura “Cidade Europeia do Vinho 2018 / Torres Vedras/Alenquer”, realizada na Galeria Municipal de Torres Vedras.
    Para 2018 estão previstas mais de 60 iniciativas ligadas aos vinhos nos dois concelhos.

    Sobre a "Cidade Europeia do Vinho"

    A Rede Europeia das Cidades do Vinho, RECEVIN, avançou em 2012 com o concurso anual “Cidade Europeia do Vinho”, dentro do contexto da defesa e da divulgação do turismo. Este concurso é uma oportunidade única para as cidades do vinho com uma visão europeia potenciarem o desenvolvimento da riqueza, da diversidade e dos recursos comuns da cultura do vinho ao nível do território europeu, oferecendo um melhor conhecimento da paisagem, da economia e da gastronomia, para uma melhor compreensão mutua entre os cidadãos da União Europeia. O Concurso “Cidade Europeia do Vinho” tem um carater rotativo entre os diversos países que fazem parte da Rede RECEVIN. Do lado português, disputaram o título Cantanhede, Viana do Castelo, Ponte de Lima, Peso da Régua e Silves, além de Torres Vedras e Alenquer.

     


    DIVULGAÇÃO DE EVENTOS


    PRIMEIRO SYMPOSIUM IBÉRICO DE ENGENHARIA HORTÍCOLA
    Utilização de Drones e Satélites na Agricultura.
    21 a 23 Fevereiro '18. Lugo, Espanha
    http://snih18.es/?lang=pt

    PROWEIN 2018
    International Trade Fair For Wines and Spirits
    18 a 20 Março 2018. Dusseldorf, Alemanha
    https://www.prowein.com/

  • PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS

    Ilda Caldeira, no dia 28 de novembro, leccionou, no Instituto Superior de Agronomia em Lisboa, uma aula teórica subordinada ao tema “Maturation of wine brandies in wood" e uma aula prática subordinada ao tema “Sensory Analysis of Brandies”. Esta aulas integram-se na unidade curricular Derivados e Subprodutos da Uva e do Vinho do Mestrado em Engenharia da Viticultura e Enologia e Vinifera EuroMaster.

    Margarida Baleiras Couto, no dia 7 de dezembro, integrou, como arguente, o júri das Provas públicas para a obtenção do grau de Mestre em Tecnologias de Produção e Transformação Agro-Industrial da aluna Cátia Sofia Amaro Cruz com a dissertação intitulada “Requisitos para a implementação do referencial BRC na Adega Cooperativa de Palmela” na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.

    Filomena Duarte, de 7 a 9 de dezembro, participou no MicroBiotec’17 - Portuguese Congress of Microbiology and Biotechnology, Porto, Portugal, com a comunicações sob a forma de poster: “Filter Media Comparison for Wine Brettanomyces Removal”, Filomena L. Duarte; Luis Coimbra; M. Margarida Baleiras-Couto.



    PUBLICAÇÕES
    Zdunić, G., E. Maul, J.E. Eiras Dias, G. Muňoz Organero, F. Carka, E. Maletić, S. Savvides, G.G. Jahnke, Z.A. Nagy, D. Nikolić, D. Ivanišević, K. Beleski, V. Maraš, M. Mugoša, V. Kodzulovic, T. Radić, K. Hančević, A. Mucalo, K. Lukšić, L. Butorac, L. Maggioni, A. Schneider, T. Schreiber, T. Lacombe, 2017. Guiding principles for identification, evaluation and conservation of Vitis vinifera L. subsp. sylvestris. Vitis56, 127–131.DOI: 10.5073/vitis.2017.56.127-131.

    Luo L.X., Cui Y., Zhang S.T., Li L.X., Li Y.Y., Suo H., Sun B.S. (Corresponding author), 2017. Detailed phenolic composition of Vidal grape pomace by ultrahigh performance liquid chromatography-tandem mass spectrometry. J. Chromatography B 1068–1069, 201–209.

    Zheng H.L., Wang L.H, Sun B.S., Li Y., Yang J.Y. (corresponding author), Wu C.F (corresponding author), 2017. Oligomer procyanidins (F2) repress HIF-1a expression in human U87 glioma cells by inhibiting the EGFR/ AKT/mTOR and MAPK/ERK1/2 signaling pathways in vitro and in vivo. Oncotarget, 8, 85252-85262.

    Comunicação sob a forma de poster:
    Duarte F.L.; Coimbra L.; Baleiras-Couto M.M., 2017. Filter Media Comparison for Wine Brettanomyces Removal. In: Microbiotec’17 – Book of Abstracts. 348.


    REVISTA CIÊNCIA E TÉCNICA VITIVINICOLA


    Revista científica bilingue, especializada em Viticultura, Enologia e Economia Vitivinícola, indexada em diversas bases de dados internacionais.
    Revista online em http://www.ctv-jve-journal.org/

  • ORIGEM E SINONÍMIA

    Referida na Portaria nº 380/2012 com o número de código PRT52913(1).
    Figura na base de dados Vitis International Variety Catalogue (VIVC) com o nº 4325(2).

    Casta com pouca expressão no encepamento do País, cultivada tradicionalmente na Região Demarcada de Carcavelos, para a produção de vinho generoso.
    ----------------------------------
    (1) Portaria Nº 380/2012, de 22 de novembro, do Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território.
    (2) Vitis International Variety Catalogue, acedido em 21 de dezembro de 2017

     

    DESCRIÇÃO MORFOLÓGICA

    Extremidade do ramo jovem aberta, com orla carmim, elevada densidade de pêlos prostrados.
    Folha jovem amarela com zonas bronzeadas, página inferior com elevada densidade de pêlos prostrados.
    Flor hermafrodita.
    Pâmpano avermelhado, gomos com média pigmentação antociânica.

    Folha adulta de tamanho médio, orbicular, com cinco lóbulos; limbo verde-escuro, irregular, medianamente bolhoso, nervuras principais com média pigmentação antociânica; página inferior com média densidade de pêlos prostrados; dentes curtos e convexos;seio peciolar com lóbulos ligeiramente sobrepostos, com a base em U, seios laterais com lóbulos ligeiramente sobrepostos em U.

     

    Cacho médio, cilindro-cónico, medianamente compacto, pedúnculo longo.
    Bago arredondado, médio (3,60 g) e verde-amarelado; película de espessura média, polpa mole.
    Sarmento castanho-amarelado, loro médio (7 cm).

    CARACTERIZAÇÃO GENÉTICA

    Microssatélites (SSR)

    Alelos (pb)(3)

    VVS2

    135 : 135

    VVMD5

    228 : 240

    VVMD7

    235 : 239

    VVMD27

    185 : 189

    ssrVrZAG62

    188 : 194

    ssrVrZAG79

    245 : 251

    (3) Veloso, M.Manuela, M.Cecília Almandanim, Margarida Baleiras-Couto, H.Sofia Pereira, L.C.Carneiro, P.Fevereiro, J.Eiras-Dias, 2010. Microsatellite Database of Grapevine (Vitis vinifera L.) Cultivars used for Wine Production in Portugal. Ciência Téc. Vitiv., 25 (2), 53-61.


    APTIDÃO CULTURAL E AGRONÓMICA

    Abrolhamento: Precoce, 1 dia antes da ‘Fernão Pires’.
    Floração: Precoce, 1 dia após a ‘Fernão Pires’.
    Pintor: Precoce, 1 dia após a ‘Fernão Pires’.
    Maturação: Precoce, em simultâneo com a ‘Fernão Pires’.

    Vigor elevado. Porte semi-erecto.

    POTENCIALIDADES TECNOLÓGICAS

    Casta que produz vinho com acidez elegante e bastante mineral. Quando vinificada para vinhos de mesa apresenta notas citrinas (limão) e de erva cortada, com boa persistência, adquirida ao longo do tempo. Casta extremamente interessante na produção de vinhos licorosos, onde a sua acidez permite estágios perlongados, adquirindo notas de amêndoa torrada e cravinho.

    (Contribuição de Tiago Correia, Enólogo, Câmara Municipal de Oeiras)

    MATERIAL VEGETATIVO PARA MULTIPLICAÇÃO

    Possui material standard para multiplicação.






Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com