Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
Facebook
18
Alliance i9 Caça



Designação do projeto | Alliance - i9 - Caça
Código do projeto|PDR2020-2024-049959
Objetivo principal |Implementação de atividades de capacitação, divulgação e transferência de conhecimento do Centro de Competências para o Estudo, Gestão, e Sustentabilidade das Espécies Cinegéticas e Biodiversidade (CCEGSECB), previstas no âmbito da sua Agenda de Investigação e Inovação (I&I), para a fileira que este Centro de Competências representa.
Região de intervenção | Regiões NUTS II: Norte, Centro, Alentejo, Algarve e Área Metropolitana de Lisboa
Entidade beneficiária | Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV, I.P.)
Investigadora responsável: Mónica Sofia Vieira Cunha
Data da aprovação | 2019-03-20
Data de início | 2019-03-29
Data de conclusão | 2021-12-30
Custo total elegível | 44 229,23€
Apoio financeiro da União Europeia | FEADER (Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural) – 37 594,85€
Apoio financeiro público nacional/regional| 6 634,38€


Objetivos, atividades e resultados esperados

Atividades

O projeto ALLIANCE-i9-CAÇA integra quatro eixos de intervenção interligados que se alicerçam em quatro atividades:
1. Desenvolvimento de plataforma web que constitui a âncora do CCEGSECB em matéria de comunicação, divulgação  e transferência de conhecimento destinado à cadeia de valor, aos stakeholders e à sociedade-civil em geral;
2. Evento Wildlife & Game Management Innovation Summit 2019, que visa reunir os atores do setor cinegético e da conservação em território nacional, bem como especialistas nacionais e mundiais em fauna silvestre, gestão cinegética, caça e biodiversidade;
3. Estabelecimento de quatro grupos focais em 4 áreas-chave de intervenção e dinamização de um roteiro periódico de reuniões em diferentes pólos da região NUTS II;
4. Fundação de uma Incubadora de projetos e negócios, ALLIANCE-i9-CAÇA, para operacionalizar a implementação e financiamento de linhas de Investigação & Inovação e desenvolvimento experimental, bem como incentivar e apoiar iniciativas de empreendedorismo e de inovação em diferentes modelos de negócio, contribuindo para a capacitação do setor cinegético.

Objetivos 

  • Fomentar a entidade corporativa do CCEGSECB  e dar visibilidade às áreas de intervenção do Centro de Competências para o Estudo, Gestão, e Sustentabilidade das Espécies Cinegéticas e Biodiversidade
  • Gerir, integrar e disseminar a informação tecnico-científica produzida em matéria de espécies silvestres
  • Publicar e partilhar resultados de projetos alinhados com a agenda de investigação e inovação do CCEGSECB
  • Produzir, estruturar e disponibilizar materiais de comunicação de âmbito alargado que constituirão referenciais para a disseminação de boas práticas
  • Promover e alargar a política de comunicação e de sensibilização na área dos recursos naturais renováveis
  • Promover o valor natural, cultural, histórico, social e económico da atividade cinegética
  • Estimular o interesse da sociedade-civil pela gestão, uso sustentado e conservação das populações silvestres naturais 
  • Informar sobre o papel da exploração cinegética no combate à desertificação, valorização do mundo rural  e prevenção de incêndios
  • Divulgar eventos do setor e promover produtos da atividade da caça
  • Reunir especialistas nas diferentes áreas que dominam o melhor conhecimento, a nível nacional e internacional, sobre espécies cinegéticas e sua gestão e sobre a atividade da caça
  • Valorizar e capitalizar experiências, conhecimento e resultados de projetos de investigação e inovação, nacionais e internacionais, em matéria de recursos silvestres e biodiversidade
  • Discutir temas prioritários que integram cada área de intervenção e a agenda do CCEGSECB
  • Incorporar novas medidas na agenda de I&I, a qual deverá ser dinâmica e refinada em função do conhecimento e experiência progressivamente acumulados
  • Operacionalizar a implementação e financiamento das linhas de I&I e de desenvolvimento experimental
  • Qualificar a intervenção de agentes do desenvolvimento rural através da discussão e disseminação de iniciativas multi-ator e multi-setor
  • Promover a participação e o trabalho conjunto ao nível das temáticas de transferência de conhecimento e de inovação entre os agentes do desenvolvimento rural e o tecido produtivo
  • Contribuir para boa aplicação e acompanhamento das medidas de apoio à investigação e inovação e ao conhecimento das políticas de desenvolvimento rural
  • Valorizar e capitalizar experiências em novos modelos de negócio e empreendedorismo
Resultados esperados:
  • Sistematização, atualização e produção de conhecimento em torno das espécies cinegéticas e outras espécies silvestres, identificando-se necessidades de monitorização, investigação, experimentação, inovação e empreendedorismo e desenvolvendo-se programas específicos nestes domínios
  • Consolidação de redes entre parceiros de IDT, Administração central e local e associações
  • Valorização e incorporação de conhecimento e inovação na gestão de recursos silvestres, estimulando-se o empreendedorismo e o desenvolvimento de novos modelos de gestão e de negócio
  • Capacitação dos agentes do desenvolvimento rural e dos atores do setor cinegético
  • Promoção de boas práticas
  • Criação de um cluster estratégico em torno dos recursos silvestres, assente no conhecimento, na (in)formação, e na ética




Financiado por:





Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com