Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
Facebook
17
ALT BIOTECH


Designação do projeto| ALT-BiotechRepGen: Recursos Genéticos Animais e Biotecnologias: projeção para o futuro
Código do projeto| ALT20-03-0246-FEDER-000021
Objetivo principal| Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
Região de intervenção| Alentejo
Entidade beneficiária| Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. (INIAV, I.P.) / Escola Superior Agrária - Instituto Politécnico de Santarém/ Instituto Politécnico de Portalegre /ACOS-Associação de Agricultura do Sul
Data da aprovação| 06-01-2017
Data de início| 03-04-2017
Data de conclusão| 31-03-2019
Custo total elegível| 511 568,69€; Custo elegível INIAV| 362.997,48€
Apoio financeiro total da União Europeia| FEDER – 434.833,39€
Apoio financeiro público nacional/regional| 76 735,30 €


Objetivos, atividades e resultados esperados

O projeto ALT-Biotech RepGen assenta numa parceria liderada pelo Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P., e que envolve as Escolas Superiores Agrárias de Santarém e Elvas, e a Associação de Agricultores do Sul (ACOS).

Pretende transmitir conhecimentos científicos e tecnológicos nas áreas das biotecnologias, reprodução e genética animal aos diversos agentes do setor agropecuário, de forma a melhorar a produtividade e a competitividade das empresas agrícolas e, indiretamente, a economia da região Alentejo e a sustentabilidade do meio rural. Mais especificamente, pretende-se contribuir para a melhoria da eficiência dos programas de conservação das raças domésticas autóctones e dos programas de melhoramento genético das raças, tanto autóctones como exóticas, das espécies pecuárias e, de forma mais alargada, para o desenvolvimento e competitividade das empresas pecuárias, mediante formas alternativas de transferência de conhecimento entre a investigação e o setor agrícola Alentejano. 

O projeto tem os seguintes objetivos:
  • Transferir conhecimento acumulado nas áreas da conservação, do melhoramento e utilização dos recursos genéticos animais (RGAn) e das biotecnologias genómicas e reprodutivas
  • Disseminar novas ferramentas e oportunidades para o tecido produtivo
  • Fazer ações demonstrativas para as soluções mais inovadoras e promissoras
  • Criar uma rede de informação e troca de conhecimento (ANIDOP), estabelecendo sinergias entre a investigação, o ensino superior, o tecido produtivo e os cidadãos.

Mais especificamente:
  • Sensibilizar a comunidade e os agentes envolvidos para a necessidade fundamental da preservação da biodiversidade e do maneio sustentável dos recursos genéticos animais RGAn para a agricultura, desenvolvimento rural e segurança alimentar;
  • Divulgar o Banco Português de Germoplasma Animal (BPGA), reforçando o seu papel primordial nestes aspetos;
  • Incrementar a utilização de novos procedimentos na preservação e gestão do germoplasma animal, através de metodologias genómicas e reprodutivas mais eficientes, integrando avanços da biologia de conservação; 
  • Explicar e demonstrar a utilidade da avaliação genética enquanto metodologia de seleção no âmbito dos programas de melhoramento genético e na gestão de explorações das espécies pecuárias;
  • Equacionar e rever estratégias de conservação e de melhoramento genético por seleção;
  • Aumentar a eficiência reprodutiva e produtiva das diferentes espécies pecuárias e o respetivo rendimento dos agricultores;
  • Promover, divulgar e chamar a atenção para as raças autóctones portuguesas mais ameaçadas de extinção;
  • Demonstrar a utilidade das técnicas de genética molecular para a produção animal e no apoio à identificação, valorização, rastreabilidade e comercialização de produtos; 
  • Criar oportunidades de negócio no setor agroalimentar, na área das biotecnologias e da genética animal;
  • Proporcionar a internacionalização das raças e dos produtos portugueses apoiados em tecnologias recentes;
  • Contribuir para a segurança e rastreabilidade dos alimentos de origem animal;
  • Contribuir a favorecer a criação de produtos alimentares de elevado valor; 
  • Potenciar iniciativas empresariais inovadoras de jovens agricultores e empresários. 





Comunicações da Jornada de transferência do conhecimento científico e tecnológico "A GENÉTICA AO SERVIÇO DA PRODUÇÃO ANIMAL" , realizada a 25 de maio de 2017. Esta publicação que reúne as comunicações apresentadas pelos oradores da jornada encontra-se também disponível para consulta no ISSUU em https://issuu.com/c3i-ipp/docs/e-book_genetica.


Ações realizadas/a realizar no âmbito do ALT BIOTECH:








Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com