Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
Facebook
18
GO +PrevCRP



Designação do projeto | +Prev CRP - Desenvolvimento de estratégias integradas para prevenção do cancro-resinoso-do-pinheiro
Código do projeto|PDR2020-101-031061
Objetivo principal | Implementação, em larga escala, de estratégias sustentáveis de minimização do risco de dispersão do cancro-resinoso-do-pinheiro, que não afetem de forma significativa a capacidade germinativa das sementes, nem a qualidade final das plantas produzidas
Região de intervenção
Entidade beneficiária | Instituto da Conservação da Natureza (ICNF) / Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV) / Direção geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) / Centro PINUS - Associação para a Valorização da Floresta de Pinho/Florgénese - produtos e serviços para a Agricultura e Floresta, Ldª / Instituto Superior de Agronomia (ISA) / ANSUB - Associação de produtores Florestais do Vale do Sado/ Instituto Pedro Nunes, Associação para a Inovação e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia (IPN)/ Viveiros do Furadouro Unipessoal, Ldª / Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) / APFC - Associação de Produtores Florestais do Concelho de Coruche e Limítrofes / Pombalverde - Produção e Comercialização de Plantas Ldª / Germiplanta - Viveiros de Plantas, Ldª / Biochem Ibérica - Químicos Agrícolas e Industriais, Ldª.
Data da aprovação | 2017-09-13
Data de início | 2017-10-01
Data de conclusão | 2021-09-30
Custo total elegível | 472.990,54 €; Custo elegível INIAV | 89.678,61€
Apoio financeiro total da União Europeia | FEADER – 447.842,94 €


Objetivos, atividades e resultados esperados

Pretende-se com esta iniciativa, que os fornecedores nacionais de MFR implementem, em larga escala, estratégias sustentáveis de minimização do risco de dispersão do cancro-resinoso-do-pinheiro, que não afetem de forma significativa a capacidade germinativa das sementes, nem a qualidade final das plantas produzidas.
As estratégias de minimização do risco, a implementar pelos fornecedores de MFR, integrarão: o tratamento de sementes hospedeiras; o tratamento de substratos; a desinfeção de contentores; a eliminação de propágulos do fungo da água de rega e a utilização de substratos alternativos à casca de pinheiro.
É, também, objetivo desta iniciativa, divulgar os resultados obtidos, disseminá-los juntos de todos os fornecedores de MFR e integrá-los no respetivo “itinerário técnico”.

São, ainda, objetivos específicos:
  • Avaliar a eficácia dos métodos de tratamento de sementes na eliminação do fungo e o seu impacto na germinação das sementes. Selecionar o(s) mais eficaz(es);
  • Avaliar eficácia dos métodos de tratamento de substratos na eliminação do fungo e o seu impacto na germinação das sementes e na qualidade das plantas obtidas. Selecionar o(s) mais eficaz(es);
  • Avaliar eficácia dos métodos de desinfeção de contentores na eliminação do fungo e o seu impacto na germinação das sementes e na qualidade das plantas obtidas. Selecionar o(s) mais eficaz(es);
  • Avaliar eficácia dos métodos de eliminação de propágulos do fungo na água de rega e o seu impacto na germinação das sementes e na qualidade das plantas obtidas. Selecionar o(s) mais eficaz(es);
  • Avaliar o desempenho de substratos alternativos à casca de pinheiro na qualidade das plantas obtidas;
  • Testar os métodos (tratamento/desinfeção/eliminação) mais eficazes, ao nível dos fornecedores de MFR;
  • Divulgar os resultados da iniciativa aos agentes do setor;
  • Elaborar um Manual Técnico de medidas preventivas.

 

Folheto Informativo nº 1 - julho 2018 (PDF)



 





Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com