Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
CentenárioFacebook
16
PROJETOS EM PARCERIA


SOS Praderas




+Prev CRP




One Health EJP




Projecto Interreg SUDOE SOE1/P5/F0026 AGUAMOD




BDMIRA -Batata-doce competitiva e sustentável no Perímetro de Rega do Mira: técnicas culturais inovadoras e dinâmica organizacional





PARRA - Plataforma Integrada de Monitorização e Avaliação da Flavescência Dourada na vinha




ENTOVALOR - Insetos como uma oportunidade na valorização de resíduos



SelectPorAl - Seleção e melhoramento genómico de características produtivas do Porco Alentejano



Smart Farming - Ferramenta avançada para operacionalização da agricultura de precisão





Melhoria da produção de pastagens em solos ácidos no sistema montado: abordagem química e biológica



AgroMeg - Qualificação das PME Agroalimentares da Margem Esquerda do Guadiana


VegMedCabras -Vegetação mediterrânica: anti-helmínticos naturais na dieta selecionada por cabras em pastoreio



Valorização Económica do Cardo (Cynara cardunculus): variabilidade natural e suas aplicações biotecnológicas - ValBioTecCynara




Utilização sustentável da esteva (Cistus ladanifer L.) em pequenos ruminantes - CistusRumen




Projeto de investigação em Xylella fastidiosa






COREMI - Controle sustentável do ácaro vermelho das galinhas - Dermanyssus gallinae








Alt Biotech REPGEN: Recursos Genéticos Animais e Biotecnologias - Projeção para o Futuro



VINOVERT - Vinhos, competitividade, políticas ambientais e sanitárias das empresas da zona SUDOE




Arroz BIG - Desenvolvimento de produtos de arroz com baixo índice de glicemia



VALRUMEAT - Valorização da Carne de Ruminantes em Sistemas Intensivos de Produção

AGROTEC - Rede transfronteiriça Espanha Portugal de experimentação e transferência de tecnologia para o desenvolvimento do setor agropecuário e agroindustrial


LIFE MED-WOLF - Boas Práticas para a Conservação do Lobo em Regiões Mediterrânicas (LIFE11 NAT/IT/069)






FASTBREED: ALT20-03-0145-FEDER-000018: “Implementação de um programa de melhoramento de variedades de trigo com base em seleção genómica




agrofood3

O INIAV é parceiro do projeto agrofood 3.0 que tem por objetivo divulgar o conhecimento científico e técnico, no complexo agroalimentar e no setor florestal.

Conheça o projecto:
http://www.youtube.com/channel/UClmVEvRndjFQ1tjNuyKhLXQ




ISEKI_Food 4 (IFOOD4) project


Informação geral sobre o projecto: https://www.iseki-food4.eu/general_information
Rede do projeto (organizações parceiras): https://www.iseki-food4.eu/partners

 






O projeto LEGATO (Legumes for the Agriculture of Tomorrow) foi lançado em Dijon, França, em 4-5 de Março de 2014.

Para mais informação: Doutora Carla Brites >carla.brites@iniav.pt
Ver a press release

 

O objetivo central do projeto foi o desenvolvimento e a produção de polpas hortofrutícolas refrigeradas e/ou congeladas, de elevada bioatividade e conveniência. Trata-se de produtos diversificados, com caraterísticas próximas do fresco e elevado valor nutricional e funcional, sem aditivos nem conservantes, estáveis do ponto de vista microbiológico, físico, químico e sensorial.

O caráter inovador destes produtos exigiu o desenvolvimento de um conjunto de atividades de I&DT, aquisição de novos conhecimentos e visou o aumento da competitividade do setor agroalimentar para a empresa Campotec IN.

Alguns dos resultados relativamente às polpas de hortícolas congeladas para obtenção de bases de sopas apresentam-se na brochura: ”Sopas de polpas de vegetais congeladas




Projeto europeu que tem como objetivo aumentar a produção de leguminosas em Portugal e na Europa.

A iniciativa insere-se numa estratégia europeia de competitividade e sustentabilidade ambiental, através de práticas agrícolas mais eficientes e amigas do ambiente.

Pretende-se também aumentar o consumo de leguminosas, com benefícios na saúde pública, melhorar o valor nutricional e desenvolver alimentos inovadores, bem como reduzir as importações para alimentação animal.

O Eurolegume envolve empresas, universidades e centros de investigação de dez países europeus, num total de 18 parceiros, entre os portugueses encontra-se a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV, I.P.), e as empresas Frescura Sublime (Guimarães) e Estirpe D’Honra (Bragança)

Mais informações sobre o Eurolegume em http://www.eurolegume.eu/




 





Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com