Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
Facebook
17
SmartFarming



Designação do projeto Smart Farming - Ferramenta avançada para operacionalização da agricultura de precisão
Código do projeto | POCI-01-0247-FEDER-018029
Objetivo principal | Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
Região de intervenção | Norte, Centro e Alentejo
Entidade beneficiária PRODFARMER- Sociedade Unipessoal LDA |Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. - INIAV |ESPORÃO, S.A. |Sociedade Agrícola da Herdade Maria da Guarda LDA. |Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência - INESC – TEC
Data da aprovação | 2015-11-06
Data de início | 2016-09-01
Data de conclusão | 2018-08-31
Custo total elegível 997.605,84 €; Custo elegível INIAV |382.209,84 €
Apoio financeiro da União Europeia FEDER – 715.927,30 €


Objetivos, atividades e resultados esperados

De forma resumida, pretende-se conceber uma ferramenta com a capacidade de processar de forma inteligente e o mais autónoma possível, múltiplos e diversificados dados e conhecimento agrónomo e atuar, de forma precisa e eficiente, num conjunto específico de processos agrícolas. O objetivo passa por desenvolver uma ferramenta que requeira uma intervenção humana mais reduzida e simplista possível. Com o projeto S-FARM, o consórcio pretende assim constituir um sólido passo para a operacionalização de uma agricultura de precisão.

Concretizando os objetivos pretende-se, no âmbito do projeto:

i. Construir uma linguagem de base para representação e modelação das necessidades das plantas a múltiplos níveis, que permita de uma forma matemática criar relações entre a cultura em questão com diversos fatores que as afetam, como por exemplo, Topografia, Geografia, Solo (tipologia e características físicas do mesmo), Meteorologia, "Calendário", e entre os parâmetros em si;

ii. Criar uma camada de inteligência com capacidade de decisão e atuação em processos de Rega, Fertilização, Prevenção e Controlo de Doenças e Pragas e ainda a definição de operações culturais e operações de Colheita, a qual irá beber do léxico desenvolvido no ponto anterior;

iii. Desenvolver a plataforma de suporte à ferramenta e os conetores para interligação da mesma com as fontes de dados (Sensores, Sistemas de Informação Meteorológica, Sistemas Geográficos;

e Topográficos, etc.) e com os atuadores (Sistemas de Rega, Fertilização e outros aplicador automáticos).

iv. Desenvolver a ferramenta S-FARM tendo por base dois casos de estudo em que os conhecimentos de domínio a dados históricos, são abundantes e de elevada qualidade. O objetivo é utilizar a disponibilidade dos fornecedores de conhecimento: Olival e Vinha - ambas com áreas de elevada dimensão, para aferição da capacidade da mesma em identificar e atuar em condições distintas dentro de uma mesma cultura.

O projeto visa obter uma ferramenta altamente diferenciadora do que existe atualmente no mercado, a qual terá o potencial para se cotar como um referência na área onde a mesma se insere e que, fruto dos resultados que serão obtidos, irá proporcionar um conjunto de avanços significativos sobre o respetivo estado da arte, uma vez que resultará numa avançada solução para o setor da agricultura que irá proporcionar ao mesmo novos conceitos e ferramentas para implementação e gestão global de uma agricultura "inteligente" e interligada com os respetivos intervenientes. Tal irá, inequivocamente, beneficiar tanto os intervenientes neste setor como o meio ambiente.





Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com