Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P.
Facebook
06
SOS Praderas


Designação do projeto | Voltando atrás para alcançar o futuro: Modernização da gestão tradicional dos prados de feno rumo à rentabilidade e à conservação da Natureza.Qualificação das PME Agroalimentares da Margem Esquerda do Guadiana
Código do projeto|SOE1/P5/E0376
Objetivo principal |O projeto SOS PRADERASS tem como objetivo promover a gestão sustentável dos prados de feno e a sua conservação, tentando travar a perda de biodiversidade através de atividades como: a valorização e a gestão adequada dos prados, a implementação de apoios agro-ambientais e a comercialização de novos produtos (misturas de sementes). A colaboração entre Portugal, França e Espanha, estabelecerá um núcleo gerador de produtos, imediatamente exportáveis para os restantes países europeus que enfrentam o mesmo problema.
Região de intervenção | território Sudoeste Europeu (SUDOE)
Entidades beneficiárias | UNIOVI, Oviedo Espanha (coordenador); PNPE, Oviedo Espanha; INIAV, Braga, Portugal; IPB, Bragança, Portugal; CBNPMP, Bagnères de Bigorre Cedex, França; SESIL, Córdova, Espanha; DGA, Zaragoza, Espanha.
Data da aprovação | 2016-02-24
Data de início | 2016-07-01
Data de conclusão | 2019-06-30
Custo total elegível | 1.244.000,00 €; 
Apoio financeiro público nacional/regional | 311.000,00 €;
Apoio financeiro da União Europeia | 933.000,00 €


Objetivos, atividades e resultados esperados

O projeto SUDOE SOS PRADERAS pretende reforçar a cooperação dos gestores das áreas naturais do SUDOE, através do desenvolvimento e implementação de métodos comuns, uma vez que os parceiros beneficiários estão directamente relacionados com a gestão de áreas protegidas (Parques Nacionais, Parques Naturais, etc.) no território SUDOE.

O projeto procura ainda desenvolver métodos comuns que possam ser testados em diferentes cenários territoriais (com diferentes modelos de gestão de fundos da PAC), que compartilham o mesmo problema ambiental.

A experimentação conjunta entre os parceiros permitirá estabelecer uma base de gestão comum para estes habitats no território SUDOE e o desenvolvimento de modelos replicáveis de boas práticas em outras áreas SUDOE. 

Nas áreas protegidas do território SUDOE escolhidas para desenvolver este projeto espera-se alcançar os seguintes resultados:

  • Aumentar a superfície de prados de feno mesófilos floristicamente diversos em pelo menos 8 áreas protegidas do território SUDOE;
  • Desenvolver um manual de boas práticas para a gestão dos prados direcionado à conservação da biodiversidade;
  • Desenvolver um método de caracterização de semente prateneses com objetivo de certificação e conservação de sementes;
  • Desenvolver propostas adaptadas a cada realidade local e regional que permita a utilização dos fundos da PAC na transformação dos modelos de gestão dos prados alvo;
  • Desenvolver um produto comercial: mistura de sementes nativas certificadas, cuja produção possa ser sustentável no tempo, através de uma transformação da gestão dos prados rumo ao modelo tradicional. 


 





Governo de Portugal
w3c
acessibilidade
seara.com